Geyze foi esfaqueada depois de uma discussão com o companheiro Aprígio de Sousa Neto 📸 © Reprodução/Instagram

A Justiça decretou a prisão preventiva de Sebastião Aprígio de Sousa Neto suspeito de matar sua companheira Geyze Pinto de Sousa com golpes de faca dentro da residência do casal na Rua Higino Tavares no centro de Cajazeiras na noite do último sábado (08).

🗂 Paraíba registra crescimento de infrações de trânsito, soma 27 feridos e um óbito na Operação Ano Novo

🗂 Após protestos, Governo da Paraíba faz proposta de reajuste a policiais e bombeiros

Geyze, de 26 anos, foi esfaqueada no pescoço e em outras partes do corpo, depois de uma discussão com o companheiro Aprígio de Sousa Neto, de 26 anos, na noite de sábado (08). Depois de matar a mulher, segundo a Polícia Civil, o suspeito usou a mesma faca contra si, foi preso em flagrante, mas foi levado para atendimento médico por conta dos ferimentos.

🗂 Criação do MEI-Caminhoneiro vai permitir a formalização de transportadores autônomos

🗂 Calendário do PIS/Pasep 2022 é divulgado; Confira data, tabela de pagamento e últimas notícias

De acordo com o delegado Ilamilto Simplício , o investigado ao chegar no HRC foi constatado que as lesões eram superficiais sendo liberado pelos médicos e preso pela PM.

Na manhã deste domingo (09) o investigado foi levado ao Presídio onde passou por uma ausência de custódia e teve a prisão preventiva decretada pela justiça.

📸 © Reprodução/Instagram

Rádio Centro Cajazeiras via blog do Ângelo Lima

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Participe de nossa Programação!