Ambulatórios do HUJB atendem quase 500 pacientes de 11 municípios — Ebserh
HUJB de Cajazeiras esclarece a interdição imposta pelo Conselho Regional de Medicina 📸 © Divulgação

O Hospital Universitário Júlio Maria Bandeira de Mello (HUJB), da Universidade Federal de Campina Grande, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), esclarece, sobre a decisão de interdição imposta pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), que tem mantido diálogo com autoridades dos municípios que compreendem a região polarizada por Cajazeiras, a fim de encontrar a melhor solução para os problemas que interferem no atendimento pediátrico na região.

O Hospital já realizou a convocação de quase mil pediatras apenas no último concurso realizado pela Ebserh, local e nacional, não tendo obtido sucesso no preenchimento de todas as vagas. O hospital também pactuou com os gestores dos municípios que, a partir do dia 08 de março de 2022, todos os atendimentos de Urgência e Emergência deveriam ser direcionados/regulados/referenciados pelos serviços de saúde locais, incluídos hospitais municipais, regional, UPAs e SAMU 192, o que não vem sendo cumprido. Tal medida já era prevista no contrato com a Secretaria de Saúde de Cajazeiras, assinado em outubro de 2019, e obedece a prerrogativas do SUS, bem como o perfil de atendimentos de média e alta complexidades, próprios de um hospital universitário.

A ausência de estrutura para atendimento de urgência e emergência de pediatria pelo município, como uma UPA, por exemplo, levou o hospital a dedicar cerca de 80% de seus atendimentos à atenção primária, de baixa complexidade. Este índice demonstra que a unidade de pronto atendimento do HUJB vem sendo utilizado de forma equivocada pela rede de saúde local, como uma extensão indevida da atenção primária.

O HUJB está, como sempre esteve, à disposição para o diálogo e o enfrentamento dos problemas de saúde locais, mas não deve ser o único responsável pelo conjunto de demandas postas pela saúde local. Deve, ao contrário, direcionar sua atuação para o que legalmente está previsto em sua constituição, como hospital universitário, bem como ao que está previsto no contrato que mantém com o gestor local do Sistema Único de Saúde (SUS), representado pela Secretaria de Saúde do Município de Cajazeiras.

📸 © Divulgação

Rádio Centro Cajazeiras

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Participe de nossa Programação!